domingo, 15 de abril de 2018

S. António em Lisboa, na Feira de Artes e Antiguidades na Cordoaria, 2018

   S. António, muito presente em Belém, na Feira de Artes e Antiguidades, na antiga Cordoaria das navegações, convida os seus amigos e amigas, devotas e devotos a visitarem-no e com ele se elevarem ao Divino, pela beleza, a arte e a gratidão.
                                  

                                   
Do Paulo Ferreira (1911-1999), um amigo de Fernando Pessoa (também devoto de S. António) e Almada Negreiros, pai de um amigo e pintor valioso Rodrigo Ferreira, eis um belo e bem alfacinha S. António de Lisboa...


                              
       Um políptico com a Alma Portuguesa muito bem representada

O Mistério do puer eternus, a criança divina, sobre o livro e o coração
                             
Paz, calma, confiança... Sê...

                           
A criança divina, em nós amando e sorrindo, e apontando o Alto.

                              
Sê calmo e determinado, sem receios, na tua vida justa e na qual perseveras na ligação espiritual pela escrita e o diálogo, a oração, a meditação...
                         
Quem consegue sentir ainda o calor das mãos do artista e das devoções que a esculturazinha já recebeu?

                                   
Pintura sobre cobre do séc. XVIII: a pureza de devoção gera a maternidade espiritual e divina, na companhia dos Anjos. Aspira a tal...

                                  
S. António com o mudra ou gesto de retórico, de pregador, unindo pelos meridianos os opostos, no amor da Sabedoria e da Paz, tão necessária neste mundo dilacerado pela anglo-americanice opressora, conflituosa e destruídora. Paz na Síria e no Yemen...
Abraços em Amor, mais ou menos íntimos, tão necessários no mundo...
                            
                                 
                    Olhos marejados de lágrimas, de dor ou de amor...


                                 
A devoção a S. António e ao seu estatuto de intermediário, santo ou membro desperto da Tradição Espiritual Portuguesa ligando os mundos é imensa e nela se foram partilhando ensinamentos e imagens, até das movimentações energéticas e subtis da alma devota e do seu coração espiritual quando ora, medita ou contempla, nos papéis fina e docemente recortados que emolduram os santinhos dos registos...
          Discernimento, não se deixe manipular pelos "média" vendidos aos anglo-americanos e seus magnates e coligados. Oremos pela paz na Síria, sem opressão anglo-americana, saudita, israelita ou até, veja-se, francesa, do galaroz do Macron...
   Cultive a ligação a S. António e às outras grandes almas plenas de amor e compaixão, discernimento e sabedoria... 
   Comungue mais amiúde com o Corpo Místico da Humanidade, na aspiração Divina e que quer justiça e verdade, paz e criatividade pelo Bem Comum, na Humanidade harmoniosa com a Natureza...
                                         PAX  DEI  ! AMOR !

Sem comentários: