sexta-feira, 20 de julho de 2018

Paz e serenidade, liberte-se de depressões e comprimidos. Ribeira do Carril.

   Acalmar a mente e as emoções, fortificar a alma e desenvolver a paz interior...
 


 Como encontrei, nomeadamente nesta recente peregrinação pelo Gerês, algumas pessoas tristes, deprimidas e a tomarem anti-depressivos e a começarem (ou a continuarem) assim a perder o controle da sua alma e a danificarem o cérebro, eis um pequeno vídeo pelo qual associei um belo ribeiro, não longe do lagar de azeite do Carril, a um conjunto de frases e pensamentos instrutivos e iluminantes que poderão ajudar as pessoas a melhorarem ou mesmo vencerem tais desânimos, tais perdas da alma.
 

 
 Quem diz desânimo, diz sem ânimo, a parte mais activa da alma, ou seja momentos em que perdemos o controle de nós próprios, isto é, não conseguimos dominar ou unificar as nossas forças anímicas, as quais são as emoções, os sentimentos e os pensamentos. 
A nossa força de vontade esvai-se ou está tão enfraquecida que não consegue controlar o estado da alma, ainda que a pessoa possa desejar ou dizer que quer reagir e vencer.
Certamente que uma pessoa pode ver então um bom filme ou comer o que gosta e de algum modo ultrapassar a situação, o que é bom por um lado (e melhor ainda seria um livro ou música espiritual) embora não resolva a causa da situação, que por vezes está já bastante enraizada na vida de uma pessoa e exige um auto-conhecimento e discernimento grande, algo difícil nesse estado de se conseguir, pelo que é recomendável o diálogo franco com pessoas ou mesmo a consulta de psicólogos...
Este vídeo é apenas um meio de veicular energias luminosas e calmantes, pelas frases, ideias, sentimentos e espiritualidade transmitidos e assim possibilitar um certo despertar interior, uma certa ligação maior com a essência espiritual de cada um de nós, a qual é a base e pedra de fundação de todos os seres.

Valerá a pena ouvir mais de uma vez o que é dito, pois contém a sabedoria de várias tradições a qual é a do ensinamento perene dos mestres e que eu tenho vivenciado e partilhado dentro das minhas limitações e num breve improviso de cerca de 7 minutos...
                                        
São poucos minutos mas bem sentidos, meditados e assimilados  poderão dar frutos bons, saborosos ou sábios, de Paz, Pax, Shanti...
                                         

Sem comentários: