quinta-feira, 14 de junho de 2018

Euronews brainwashing. E belas nuvens e nossas Tágides

 Há dez anos que dei a televisão (acto abnegado que recomendo a quem quer evoluir espiritualmente e não ser manipulado e massificado horizontalmente) e não capto mais suas frequências e ondas... 
Hoje, conversando com um casal amigo, que me convidara para almoçarmos com o Miguel, um  amigo comum,  falaram-me da Euronews como um canal de informação equilibrado, e que se podia ver pelo computador. Conversa animada sobre o mundialismo opressivo ou sobre a filosofia perene, as religiões e a nova religião do Espírito e do Amor, com bizarras nuvens a poente, e uma biblioteca histórica e espiritual muito completa e profunda e, por fim, regresso de comboio, de novo em animada conversa sobre os esoteristas portugueses e as suas mistificações ou realizações, o sono lúcido, etc., e caminhar para casa pela borda das Tágides nossas, tão cantadas por Luís de Camões e Bocage, estados de consciência expandidos e gratos...
E eis-me a a procurar no computador o  Euronews e apanhar o noticiário das 20:30... E chegou. Nunca mais. De um primarismo anti-russo excessivo. Com duas deputadas inqualificáveis: uma dos Verdes (provavelmente de bolor) alemães, e uma polaca, do centro-direita, ambas a vomitarem o seu ódio e facciosismo. 
Como era o dia do começo da bola na Rússia, percebe-se a inveja, o despeito. Mas porquê a Euronews fazer a reportagem e tentar intensificar (ou talvez já apenas manter o papão) o bullying da Rússia? E calcule-se, entre outras razões, tais como a recuperação democrática da sua histórica Crimeia, a do seu comportamento na Síria...
Com franqueza. Somos tolos? Não foi a Rússia que impediu o caos total na Síria e a derrota de muito do terrorismo? 
Para mim, Euronews brainwashing nunca mais...
Para desanuviar das más ondas do Parlamento Europeu (e da famigerada Euronews), responsável até em parte pela crise do Médio Oriente e os dramas da emigração, com a sua péssima política em relação ao Médio Oriente e a África, num acéfalo seguidismo norte-americano, e sem visão nenhuma de como ajudar o desenvolvimento dessas zonas e povos, eis algumas imagens tiradas na casa dos amigos a um gato atento às belas e estranhas nuvens formadas dos rastos de aviões, a uma pintura arcangélica sul-americana e no regresso, já junto ao Tejo, às águas purificadoras, auríferas, outrora habitadas por golfinhos e Tágides musas...
 

Um gato terno, contemplativo, atento às nuvens e outras vibrações subtis...
 
 
 
 O gato atento, e nuvens bem estranhas...

Que o fogo do Amor e da Vontade Divina do Bem nos proteja e guie...
May the fire of Love and of the Divine Will of Goodness and Truth inspire us, guide us...

 Ouvir o Tejo bater aos nossos pés e respirar um pouco a sua maresia, ligando ao Divino, com um corrimão centenário ao nosso lado e o Sol todo flamejante diante de nós... 
 
  
Vá lá que não vão furar o rio Tejo, para subirem o preço da gasolina e afastarem golfinhos e Tágides... Respiremos então o espaço azul e a subtil maresia e sejamos...

Sem comentários: