quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Deus, Al-Wadud, Aquele que ama primordialmente

O Amor de Deus, de Al-Wadud, O que ama originalmente e por excelência, é a flor primordial ou arquétipo, a fonte da Beleza eterna. Poucos são porém os que conseguem aproximar-se e aspirar o seu perfume, libertá-lo nos seus actos e pensamentos...
         A Divindade como a geradora amorosa dos mundos e de seres, Al-Wadud, para uns mesmo maternal e envolvente, para outros um sol ardente e arrebatante, uma seta, uma chama transfigurante...

O Amor do Ser Divino amante, Al-Wadud, é o centro e mandala do Cosmos, do Campo Unificado de energia e Consciência, do Espírito,  e do corpo Místico dos que o invocam e meditam, adoram e amam...

Al-Wadud, o Ser Divino Amoroso, é tão belo que atrai a si as almas mais sensíveis e origina um Cosmos, um todo ordenado e belo, constituído nos círculos mais próximos pelos que mais o amam e conhecem...


A grande maioria dos fiéis das religiões adoram a Deus quase que só corporalmente ou quando estão  aflitos ou de acordo com hábitos, leis e ritos. Poucos são os que se conhecem a si próprios e conseguem chegar ao seu corpo espiritual e aí se abrirem ao Ser que Ama e nos ama primordialmente, Al-Wadud, transformando-se e deixando para trás a violência, a mentira, a intolerância. 
Poucos são os amigos e amigas da Divindade e dos seus nomes, atributos e faces, que se constituem como colunas do templo divino que liga a Terra e o Céu...
Saudemos esta irmandade de amantes de Al-Wadud e abramos-lhe o coração e o olho espiritual, no Amor Divino...

Sem comentários: