segunda-feira, 21 de março de 2016

Dia Mundial da Poesia abençoa Lisboa e Portugal. 21/3/2016


Dia Mundial da Poesia...As primeiras andorinhas a silvarem os ares... E um arco-íris abençoador, divino

Um poema de invocação do arco-iris que liga os céus e a terra, vibrado e penteado pelas Palavras belas e verdadeiras, sábias e harmonizadoras...


Tocar o cimo da pirâmide de tantos momentos luminosos é abençoar a ligação da terra e do céu que em Lisboa se faz, aqui e acolá, em ti e em mim, em nós...

Belas e subtis palavras,
Que cantais no meu peito,
Donde vindes tão alegres,
Tão fortes na minha alma?

Não é da terra, nem do vento
A nossa origem misteriosa.
Somos espíritos, somos divinas,
Falamos-te em ti, escuta-nos atento.

Corremos as veias,
Enchemos os ossos,
Ressoamos no cérebro,
Saboreamo-nos na boca,
Aquecemos a circulação,
Expandimo-nos pelas auras,
Somos as palavras profundas.
Aquelas que curam e iluminam.


Ouvidos abram-se,
Olhos espantem-se.
Bocas sussurrem ou cantem,
Abraçamos na comunicação,
Ouve-nos no teu coração.

Somos silêncio e gratidão,
Somos amor e aspiração.
Somos a vida imortal,
Queremos-te neste Graal...


Belas e dançarinas somos nós,
Cantamos na noite e madrugada.
Poetas e poetisas saboreiam-nos,
Pobres e inspirados amam-nos.

Ó Belas palavras, clamo-vos...
Oiçam-me, sede benignas,
Quero-vos, aqui e agora:
Palavra Divina mostra-te,
Ressoe o teu Verbo em mim...

Ó Deus, Ó Nome Santo,
Ecoa no nosso ser,
Desvenda os mistérios
E os caminhos a seguir...


Om Amen Hum,
Om Amen IHS,
Canta em mim
O ardor sagrado.

Vinde, ó belas palavras,
Palavras de Deus e dos Anjos,
Ó Música das Esferas pitagóricas
Ó Hierarquias do Céu brilhante.

Abra-se a aura da Terra,
Limpe-se a baixeza dos homens.
Vinde belas e subtis palavras,
Harmonizai as nossas almas.

Belas palavras,
Hóstias sagradas,
Em nós entradas,
Almas iluminadas.


Belas palavras nós somos,
Perante ti surgimos em dança.
Anima-te, ergue a tua alma,
Arde no fogo de ti próprio...

Abre-te à alma do Mundo,
À Sabedoria Cósmica e perene.
Comunga de nós, altas montanhas
De sábias, subtis e belas palavras.

Tece a tua alma com os nossos ritmos,
Sacraliza os teus gestos nos nossos ritos.
Sê uma fonte que jorra as da vida eterna.
Sons de harmonia emanem do teu coração.
Abençoado sejas minha irmã, meu irmão.


 Para que Portugal e os Portugueses, e os da Lusofonia, continuem a cultivar as Musas e Génios poéticos, em comunhão com a sua tão longa e rica Tradição Poética e Espiritual, onde tantos grandes seres brilham e nos podem inspirar, para que mantenhamos luminosa e irradiante a grande Alma Portuguesa (parte da Universal), que é língua e cultura de tantos povos e por todos comungada, enriquecida, metamorfoseada, para que o Bem comum da Humanidade e a Graça da Divindade e suas faces e espíritos celestiais ilumine mais a Terra e desperte melhor em todos e tudo as forças da paz, da não-violência, da justiça, da ecologia, da educação, da espiritualidade, do Amor....






domingo, 20 de março de 2016

Equinócio da Primavera e suas energias celestiais, com um poema de Antero de Quental "Nuvens da Tarde"




Para acompanhar esta celebração da Primavera e das suas nuvens equinociais nada melhor do que um dos poemas escritos por Antero de Quental nos seus verdes anos (1861-1864) e dados à atmosfera em 1872 sob o título "Primaveras Românticas´, certamente o mais apropriado para o dia de hoje, 20/3/2016, em que celebramos a sagração da Primavera....
Seguem-se fotografias das nuvens recolhidas há pouco e três pinturas de Nicholai Roerich...



Fazemos a sugestão musical e visual da música, algo longa mas bela, do ballet de Igor Stravisnky, Sagração da Primavera.
https://youtu.be/jF1OQkHybEQ?list=PL0E08B786BE362959
E que bom seria haver gravação da com os cenários e roupas desenhados por Nicholai Roerich e que foram à cena em Paris em 1913, com coreografia de Nijinsky

"Culto das pedras, das árvores e das águas"


Sagração da Primavera
Aspire e receba as benção dos raios e correntes celestiais, equinociais ou sempre... Ore, dance, cante, crie....
Spring Equinox. Receive from the equinoctial clouds the celestial energies...

Nuvens da Tarde, por Antero de Quental

Aquelas nuvens, que voam,
Ninguém pode pôr-lhes mão...
São como as horas que soam,
E as aves, que em bando vão...
Como a folha desprendida,
E como os sonhos da vida,
Aquelas nuvens que voam...



Às vezes o sol, que as doura,
Parece à glória levá-las...
Mas surge o vento e, numa hora,
Já ninguém pode avistá-las!
É um convite enganoso,
Um escárnio luminoso,
Às vezes, o sol que as doura!



Tantos castelos caídos!
Tantas visôes dissipadas!
Gigantes, heróis perdidos,
Que mal sustêm as espadas!
Faz pena ver, lá do monte,
Nas ruínas do horizonte,
Tantos castelos caídos!



E as donzelas lastimosas,
Que vão fugindo transidas!
Quem fogem elas ansiosas?
Que buscam elas perdidas?
Ó romances fugidios!
Vejo os tiranos sombrios,
E as donzelas lastimosas!



Aquelas nuvens que vemos,
Esses poemas aéreos,
São os sonhos que nós temos,
Nossos íntimos mistérios!
São espelhos flutuantes
Das nossas dores constantes
Aquelas nuvens que vemos...


Nossa alma vai-se com elas,
À procura, quem o sabe?
Doutras esferas mais belas,
Já que no mundo não cabe...
Voando, sem dar um grito,
Através desse infinito,
Nossa alma vai-se com elas!



Destacaremos no belo poema de Antero a consciência da evanescência ou transitoriedade das nuvens, as quais como sonhos nossos são douradas por momentos mas pouco depois se dissipam, sendo contudo a nossa alma levada por elas ou nelas, talvez a procura de esferas ou mundos mais belos...
Um senão, algo exagerado, o "escárnio luminoso"



Como sabemos a Psicologia, a Terapia e a Teologia, oculta e celestial, das nuvens ainda está muito rudimentar e cada um de nós participa dela sempre que as contemplamos, estudamos e amamos mais, e começamos a ver e a intuir o que está por dentro e detrás delas e os múltiplos ensinamentos e efeitos benéficos que podemos receber delas...

Página ou legenda em branco: o Evangelho, Boa Nova, ou Revelação, ou obra em aberto.. 


domingo, 13 de março de 2016

Cure-se da Depressão sem medicação pela Meditação...




9:30 m de pequenos aconselhamentos face ao problema da depressão e da tristeza, provenientes em grande parte da desilusão, da falta de confiança e optimismo e ainda da falta de diálogos compreensivos com pessoas que as estimulem na sua harmonização..


Aflorámos pouco as causas tão variadas, dos quais destacaremos as carência e frustações genéticas ou psíquicas, e apontámos mais para alguns discernimentos e metodologias necessários a clarificar a alma e fazê-la começar a sentir mais o poder espiritual que habita potencialmente nela...


É um pequeno contributo para se diminuir a uilização dos fármacos, sobretudo quando não são nada necessários e são antes nocivos à psique, diminuindo frequentemente a rapidez ou a fluidez das capacidades de interelacionamento tanto horizontalemente na sociedade como verticalmente na relação com os sonhos e os mundos espirituais...


sexta-feira, 11 de março de 2016

Dos Anjos no esoterismo "new age" actual: Monica Buonfiglio


    Na literatura sobre os Anjos das últimas décadas há certamente de tudo, do pior ao melhor. Estes aspectos ou extractos que vamos referir  não sabemos onde os colocar mas que contém superficialidade ou mesmo asneiras parece evidente e contudo é alguém que aparenta ter nome e obra: Monica Buonfiglio, com o seu livro  Histórias, Dicas e Magias, S. Paulo, 1996. Pretende ser uma enciclopédia esotérica mas faz várias afirmações inconsistentes ou mesmo erradas, que algumas humildemente tentaremos clarificar um pouco...


Após a primeira entrada, sobre as Almas-gémeas, e que de original nada diz, começa a falar sobre os Anjos e em quatro páginas diz algumas ideias bizarras que convirá esclarecermos: no 1º parágrafo dessa entrada da enciclopédia, depois de dizer que o Anjo acompanha a pessoa do nascimento à morte acrescenta que o Anjo acompanha a pessoa, uma vez desencarnada, para aprender «junto aos grandes mestres ascensionados, para um possível retorno à terra», juntando logo dois conceitos que não são assim tão facilmente explicáveis o anjo e os mestres "ascensionados" e impondo logo "retorno" mal a pobre da pessoa se libertou desta peregrinação terrena.
No 2º parágrafo escreve: «Os anjos são seres inteligentes, lembra-se? Então para entrar em contacto com seu anjo da guarda, você não se pode fragilizar perante ninguém, e deve pensar. Mas pensar em coisas boas, é claro. Quando pensa você está com Deus, e faz uma ligação com o elo mental do anjo. O que acontece então? Segundo os textos angelicais, os anjos não têm memória».
Gostaríamos de saber que "textos angelicais" são estes, se são de humanos se de anjos e se estes o escreveram ou ditaram sem memória, quem sabe se apenas por visão pura intemporal...
Quanto à ideia de que quando pensamos, estamos com Deus, e supomos que sejam bons pensamentos, há uma certa ingenuidade optimista, próxima talvez dos Walsh e Solnados, que falam tu cá tu lá com Deus ou com Jesus... Continuemos com a Mónica:
 «Existe um lugar chamado MEMÓRIA KAUSTICA [Será um erro e quereria dizer Akasica?], que armazena todos os pensamentos da humanidade. Seu pensamento demora dois dias para chegar até essa dimensão. Quando, finalmente, o anjo recebe seu apelo, ele começa a trabalhar para a obtenção daquilo que você pediu, fazendo com que tudo aconteça aqui na Terra como se fossem coincidências. Por isso, durante os sete primeiros dias que antecedem seu correio angelical é muito importante não comprar briga com qualquer pessoa».
 Aqui termina o 2º parágrafo, cheio de imaginações provavelmente erradas, a começar na que os Anjos não tem memória ou sobretudo que precisam de ir ao armazém dos pensamentos da Humanidade e para depois começarem a trabalhar. Mas não sabemos como, se eles não têm memória, onde a guardam no caminho da memória Kaustica até à pessoa?
 Quanto aos dois dias da viajem do nosso pensamento (como cronometrou ela?) até ao Anjo é de estranhar já que a autora começou o texto dizendo que ele está sempre connosco, excepto quando o magoamos, e di-lo no 3º parágrafo, onde lembra logo na primeira linha que «Nossos anjos, além de inteligentes, são também muito sensíveis. Quando agimos com infidelidade, nós os magoamos muito», então refugiando-se eles no astral. Resta saber se não será do astral que ele se afastará... 
 Quando a não brigar durante uns dias porque afecta o despacho angélico não comentaremos também pois parece um "bom" comportamento algo interesseiro...
 No 4º parágrafo a Monica Buonfiglio continua a passar atestados aos anjos: 
"A melhor maneira de conversarmos com o nosso anjo da Guarda é sendo criativo. Não fique mendigando para o seu anjo. Converse com ele como se tivesse conversando como uma criança [....], sem pressionar nem cobrar resultados. [Alude a outra maluqueira, a de que se pode ordenar aos Anjos, "cobrar", fazer-lhes decretos...]. Use sempre o tempo presente e nunca diga, por exemplo:"Eu não quero ser gordo" Isso confunde seu anjo e atrapalha o seu pedido»...
  Esta última frase então, que podemos atrapalhar os Anjos com frases e pedidos que não sejam simples e directos, é de bradar aos céus, a menos que o Anjo para ela seja o inconsciente das pessoas, o que até já poderia fazer mais sentido...
 Mónica então explica como devemos falar às criancinhas pseudo-angélicas imaginadas e enuncia então a sua metodologia: «Ao invés disso você deve dizer:«Obrigado pelo meu peso ideal" [160 ?] E não se esqueça nunca de dizer esta frase:" Bendito é o meu desejo, porque ele é realizado"»
Bem, deixemos a frase algo pouco clara, pois não sabemos quem abençoa e porquê, e sigamos para as últimas recomendações acerca de como realizar os pedidos, pois é disso é que a autora parece mais especialista.
E são elas, primeiro pedir em voz baixa, que é a prece, ou em voz alta, a oração. Depois, o "correio angelical", quando se escrevem os vários pedidos, dirigidos numa carta «Ao meu Anjo da Guarda  (....) (e escreve-se o nome do anjo próprio) ou ao Anjo supremo». Anjo supremo, quem será ele? Arcanjo? E temos assim relação com ele, ou merecimento, para lhe pedir isto ou aquilo tão facilmente?
 Esta do nome do Anjo da Guarda, que se encontra numa tabela, ou seja que todas as pessoas nascidas no mesmo dia teriam o mesmo Anjo, é então de fazer sorrir mesmo o mais sisudo, como se os anjos tivessem que ter sido baptizados sonoramente para uso egoísta das pessoas, mas sabemos que foi uma moda cabalista proveniente dos finais do séc. XVIII e principios do séc. XIX e que pegou em gente ingénua até aos nossos dias.
 Finalmente colocar-se-ia a carta dentro da Bíblia no salmo 91, e acender-se-ia uma vela das sete cores, conforme o tipo de pedido. Como exemplo apenas do conhecimento da enciclopédia esotérica   saiba-se que será indicado a vela Azul  se a maioria dos pedidos forem relativos a trabalho e a dinheiro, a vela Rosa para encontrar a alma-gémea, e a vela Vermelha para problemas jurídicos.
    Esta autora termina a sua quarta página de síntese do seu ensinamento, descrevendo as várias velas e suas virtudes e recomendando acender um incenso ao lado da vela, «pois faz com que seus pedidos cheguem mais rapidamente ao plano astral...»


Resta saber quem é que está no astral, ou se deveria orar-se antes mais para o plano espiritual e o divino, e à Divindade?
Não negamos que a autora possa até ter ajudado muita gente e esteja com boas intenções mas parece ter alguns pontos fracos ou enganadores no seu ensinamento e por isso, pelo Amor e a Verdade Angélica, este artigo surgiu ao findar de um dia  longo e desgastante, de acompanhmento da despedida de um grande amigo que partiu para o mundo espiritual e a quem desejamos que o seu Anjo da Guarda subtil o guie luminosa e verdadeiramente, como a cada um de nós o faça também o nosso Anjo...


terça-feira, 8 de março de 2016

Dia da Mulher de 2016

                             Dia da Mulher de 2016

À Divindade Primordial e Inconcebível no seu aspecto Feminino,
Abismo, Ventre e Infinitidade sempre gerando  mundos e seres,
E a nós se revelando nas múltiplas Deusas de todos os tempos!
Possas inspirar-nos e guiar-nos na sacralidade e fecundidade Tua!

À Mãe, que com o Pai, me geraste e a ler ensinaste,
a gratidão do coração que atravessa os mundos
e reune beatificamente grupos e famílias afins
e nos torna membros da Tradição Espiritual de um país!

Às mulheres que sofrem no mundo e no ser,
para que as bênçãos do Alto vos protejam
e a paz à terra desça e em vós frutifique,
E a violência imperialista termine e morra.

Às mulheres que amo, para que o êxtase do Amor
nos levite e ilumine frutuosamente agora e sempre
e para que a comunhão com a sabedoria Divina,
Santa Sophia,  nos espiritualize harmoniosamente.

Às almas femininas, musas, sibilas, mestras e poetisas,
trabalhoras, curadoras, heroínas, mães, sorores e místicas,
para que nos inspirais sempre nos sonhos e meditação
e aperfeiçoais em nós a continuidade da perene Tradição!

À Shakti, a energia do Amor divino,
que como princesa do coração
espera pelo príncipe encantado
que a despertará do seu sonho
e a coroará de plena iluminação!

Da Alma Feminina como o grande imã da Divindade.
https://youtu.be/aTQfB8W0-EM
«Do alto monte do Amor contemplo as distâncias infinitas e o meu jarro derramar-se-á sobre todos os que aspiram a Mim»
https://youtu.be/rOEpOKIjgwY
Seres que se amam protegem-se e apoiam-se subtil e perenemente  
https://youtu.be/jsdhjOVV9rI

Tanto a beleza inaudita dos corpos como a das almas são os dois meios principais de nos inspiramos e nos intensificarmos na fecundidade e na unidade Divina.    https://youtu.be/9oYmhR7GND0..
Felizes das almas que ao fim do dia de trabalho no campo ou na alma dão graças à Divindade e à correnteza de Almas e Anjos que nos ligam a Ela... Angelus, de Millet.
https://youtu.be/cuPWRvDoE58
A maravilhosa face da Divindade no Extremo Oriente Nipónico, Amaterasu Omikami..
https://youtu.be/HhRd2LyX6Eg 

Da mulher forte que sabe domar o leão instintivo e não ser comida por ele... Evangelho de S. Tomé..
https://youtu.be/DUmq1cpcglQ
Da Mulher que discerne e julga e aponta a espada à quem desgoverna, rouba e se corrompe...   https://youtu.be/DqUb3L1IRYA

A revista Time, ainda mais que a BBC, a British Brainwashing Corporation, manipuladora e alienadora, escolheu como sempre mal, embora reconhecendo o que a USA deve a Merkel na desastrosa condução da política europeia, tanto contra Putin como contra Assad...
https://youtu.be/T8cQ4jczmAE
Uma das mãos sanguinárias na boca; as outras, dos coligados sub USA e Arábia Saudita, não sabemos onde e com quê..., mas para bem dos povos Europeus não tem sido...
A indiferença da classe política pela ética pública é grande e a corrida aos tachos dos que tem passado pelos governos, parcerias publico-privadas e bancos de Portugal é escandalosa senão mesmo frequentissimamente criminosa e danosa à imagem e ideia de Portugal. Nas últimas décadas o amor a Portugal tem diminuído assustadoramente, muito por culpa dos governantes e gestores que, vendidos ao capital internacional que os financia, desprezam arrogantemente os Portugueses e o bem comum... Que surjam mais mulheres sábias, verdadeiras, íntegras...

**********

A complementariedade das duas metades da Unidade Divina tem de estar sempre a ser trabalhada, na guerra ou na paz, na dor ou no prazer, na doença ou na saude, na morte e na vida
https://youtu.be/txvD6Bc3tS0


Uma bela Lisboa, como Almada a intuíu em 1935, ano em que Fernando Pessoa, mais consciente, morria envolto no nevoeiro ainda que clamando é A Hora, para os Fraters e Sorores...
[  https://youtu.be/RkZkekS8NQU  ]   E hoje, como será ela?

Almada Negreiros, Santo António e a Mulher, para as festas da Cidade em 1935: Da mulher que culta os santos, seja cristãos, islâmicos ou hindus, e deles recebe telepaticamente inspiração ou conselhos para os bens perdidos ou os namorados achados...
Para a outra margem do Oceano dirigem-se os olhos dos amados, galgando distâncias ou saudades em segundos telepaticamente e seus corações transbordando na comunhão  do Amor e da Divindade...
https://youtu.be/5B0cnqPpLzI
Isis sem véu, ou a Verdade que a mulher consegue manifestar na sua transparência, quintessência dos quatro elementos e direcções..
A Essência maior da mulher é ser um estrela benéfica, inspiradora, curadora, fertilizadora, unificadora!      https://youtu.be/b9yEUsDQ6J8  !

Machado micénico, simbolo da grande Deusa, no seu coração e peito unindo opostos e mundos, complementarmente, harmonizadoramente...
https://youtu.be/TD5zbXREo4w

Da Mulher nos Espíritos da Natureza, das fadas e sílfides, às dríades e ninfas...
https://youtu.be/N3Fg3RwcJUI

"Da Alma ao Espírito", da jovem Cristina à mulher Crística...
https://youtu.be/_4uY5nM93Kg


As práticas de alinhamento, respiração consciente e harmonizante, e a meditação de acalmia mental e religação espiritual e divina são fundamentais na Mulher, e feliz de quem que pode ser tocado no seu olho espiritual pela mestra ou  mulher mais evoluída.
                                     
Fátima, mulher de Ali, filha do profeta Maomé...
https://youtu.be/blsor7kURZs

Maria amamenta o Menino ou da nossa missão maternal e crística
https://youtu.be/66zUY8UZn4M
Da mulher como princesa dos pobres franciscanos peregrinantes e do culto do Espírito santo  https://youtu.be/lpRaRKz6k2U
Da Mulher Divina, potencial anímico íntimo, Grande Deusa, erguendo-se ardente, fecunda, em todos os planos.

Sibila Pérsica,  mulher leitora e inspirada pelo Espírito...
https://youtu.be/6X2Nvx--k1U
As 12 sibilas, uma das mais belas, fortes e algo esquecidas linhas tradicionais da mulher inspirada..   https://youtu.be/PLFVGwGQcB0
As sete Artes liberais, as sete Musas, nos sete chakras, nos sete dias da semana, nos sete planos, planetas e virtudes, inspiram os neófitos, peregrinos e filósofos, os amantes da Sabedoria, Santa Sophia, da qual cada Musa ou Arte é uma face e instrutora... Fresco de Sandro Botticelli, hoje no museu do Louvre. Há quem defenda que o representado é Pico della Mirandola
As três Graças: receber, dar e, na Divindade, congraçar, unificar e reiniciar..
Sê, Flui, Voa, Livre, Sábia e Amorosamente...
https://youtu.be/TW5DIDlr2FY