quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Eduardo Paniagua e Cesar Carazo no B. Leza. 10/11/2015


 Fotografias e vídeos do excelente concerto de Eduardo Paniagua e César Carazo, no mítico B. Leza, agora junto ao rio Tejo. Realizou-se no dia 10/12/2015 com pouca gente mas boa, destacando-se, além dos dois notáveis e geniais músicos, a Inêz Xavier e o João Botelho da organização, o João Paulo, a Soraia Simões, a Elsa Shams e a Natália Nunes.

Eduardo Paniagua explica os instrumentos e os tipos de música cristã e arabo-andaluz que tocará, por vezes fusões de aspectos ou influências das três religiões e povos, quando eles conviviam culturalmente no esplendor do Al-Andaluz
https://youtu.be/6N0B7jYixNI

Várias músicas e canções são das Cantigas de S. Maria, compiladas por Afonso X e portanto ainda em galaico-português, recheadas de aspectos que ainda ressoam nas nossas células ou forças anímicas inconscientes
https://youtu.be/WMJcCKBv4hk

Música de grande qualidade tocada e cantada magistralmente pelos dois artistas e investigadores. Os instrumentos usados foram feitos pelo irmão do Eduardo Paniagua.
https://youtu.be/gY1CEaOxYTU

Dedilhando as cordas da alma em apelos ao amor e ao Divino, por vezes penando, penando...
https://youtu.be/ZhGuNNfEbwU

Momentos de grande elevação de voz, música e alma protagonizados e contagiantes por César Caruzo
César Caruzo já no fim do concerto e após breve diálogo sobre a mística elevação da alma
Natália Nunes, especialista da literatura e da mística do Al-Andaluz, e em especial de Ibn Arabi.
Guia nas visitas à Lisboa árabe, em pareceria com a Elsa Shams, coreógrafa e danças orientais, que esteve também presente
Soraia Simões e o Eduardo Paniagua e eu em animado diálogo sobre o que subsiste de ressonâncias medievais nas nossas almas de hoje, sobre o romanceiro portiuguês, a obra de Sardinha sobre o Fado e sobre os poemas musicados de Fernando Pessoa
Na outra margem do rio o Cristo, ou o Ungido, já não era só um mas triplo, talvez porque se encontra nas três religiões do Livro e nos três mundos do corpo, da alma e do espírito  e que a nossa missão é sermos também ungidos e ungidores do mesmo Espírito santo que nele mais alto resplendesceu e ao qual a música tanto estimula o acesso...

Sem comentários: