quinta-feira, 30 de julho de 2015

Do Livro da Dona Luna, nossa musa e purificadora

O Livro de Dona Luna tem uma capa florida ou não fossem os seus raios vitalizadores da intercomunicação entre tudo e todos, e ela Musa dos que amam a escrita e os livros, a desvendação pela Palavra de transparência e íntimo dos Seres... 31/7/2015
Por detrás da Lua física estão múltiplos níveis de energias e seres... Por vezes vemos alguém muito grande por detrás dela, espreitando-nos por entre as nuvens e a nossa alma suspira pelos seres divinos ou mesmo pelo Amor cósmico...
A Lua passa por entre os fios que ligam os seres e os mundos e a todos transmite a mesma luz pura que reflecte da fonte solar ou mnesmo mais subtilmente da Divindade... Abre-te a ela interiormente...
Aproximarmo-nos da luz, entrarmos por dentro dela, é a aspiração dos seres mais luminosos, ou da essência de todos os seres...
As energias e cores que Dona Lua transmite variam muito, e assim também a nossa inspiração se modifica e busca aquela intuição pura e directa do Ser, do amado ou da amada, ou então a criatividade que nos compete...
Se aspirares verdadeiramente à Luz, ela descerá sobre ti e guiar-te-á, clarificar-te-á, a partir da Dona Luna ou do Sol, ou de ti mesmo, tua mónada, teu Anjo...
O que contemplas tornas-te. Ao que aspiras, te ligarás. Deixa que o vento, o sopro, a respiração te encham das melhores vibrações do Cosmos e irradia a luz da Dona Luna e do Sol através dos teus olhos e coração...
Se persistires na contemplação ou na oração serás agraciado com a comoção do deslumbramento dourado e sentirás a grande seiva e amor-inteligência que penetra e subjaz tudo e todos
Com o continuar da Lua Cheia as nuvens e os céus vão ficando inebriados com o néctar que Dona Lua derrama e e em configurações fantásticas aproximam-se, dançam e cobrem Luna nossa e assim o anel das Graças se fecha e nós com as nossas contemplações e orações comungamos o Amor Sabedoria, o Logos, o campo unificado de consciência Divina, no momento ou em seguida nos sonhos e suas visões e compreensões....
A Lua Cheia intensifica o mundo astral e podemos ver então nos sonhos ou meditações quem de lá nos saúda e faz belos sinais com a Lua por detrás.
A Lua Cheia intensifica as marés, as águas, e no astral de alguns a água não molha mas é sentida e numa temperatura agradável.
A Lua azul, assim denominada quando no mesmo mês há duas luas, intensifica a nossa percepção subtil. Sucede-nos então o seguinte: Assim como para a vermos melhor temos de usar binóculos ou telescópios, assim ao nível da alma teremos de perder a vista geral de longe, se queremos ver bem de perto quem longe está, e temos mesmo de concentrar-nos para que o nosso olhar interior funcione como uma luneta que se foca então intensamente nesses níveis distantes e luminosos, azuis mesmo com a Lua, e então vemos aqueles que pela Lua passam, chegam, vivem ou connosco se comunicam braços abertos como estrelas de cinco pontas ou cruzes...


domingo, 26 de julho de 2015

Pedras sagradas dos Açores. Ilha da Terceira, Praia e Angra. 8/7/2015

Imagens do 1º dia de uma estadia nos Açores, na ilha da Terceira, 8 de Julho de 2015

Ondas espiraladas e frequências vibratórias na terra e no mar, no ar e na psique...
Um amiguinho saudando-nos na orla marítima da cidade da Praia
Olá...
Ilhas de sonho, ilhas desconhecidas, ilhas do rei Artur ou de S. Brandão
O arco ogival e ao fundo a ilha encantada pelo alto e pelos horizontes infinitos de nuvens 
Desejos das costas beijarem as ilhas e fazerem retornar o Desejado...
Da frescura amorosa que vence as separações ou distâncias, ou dos ósculos subtis nas frontes clarividentes...
Sê uma ave atenta, a todo o momento pronta a voar...
O paredão ou ponto firme interior, a orla do mar cheia de potencialidades e o voo subito do espírito...
Na orla adocicada da marina. o pato branco sonha na brancura imaculada
Partir, voar, como um cisne dos Himalaias, atravessando as distâncias e chegando até ti...
A Ilha encantada, avatar do Futuro mais Sagrado a que todos aspiramos..
Foi uma fonte, no jardim central da Praia, mas hoje secaram-na... As políticas da água paga ou privatizada secam muitas fontes, tal como as crises da corrupção as melhores potencialidades dos cidadãos comuns...
No Centro Cultural da Praia, junto ao belo arqueamento claustral um grupo de violinistas habilidosos ensaiam com persistência e denodo, dando o exemplo que a união faz a força...
Cruzes de cabeceira da Ordem de Cristo emitem as suas radiações douradas ocultas na pedra que há que rectificar, reinventar...
Pia baptismal na igreja da Sé em Praia pleno de volutas energéticas naturais aspirando ao acesso do mundo simbólico e espiritual, ou das energias purificadoras e intensificadoras da água nas almas...
Tríadas de construtores nos capitéis das colunas..
O portador do Graal...
Do espírito santo vivo em nós...
Nosso ser mais íntimo, sir-e-sir...


segunda-feira, 6 de julho de 2015

Os Evangelhos 2005 Comentados, dois dos contributos



Em Dezembro de 2004 foi publicado em Lisboa Os Evangelhos 2005 Comentados, por cerca de 50 pessoas, entre as quais destacaria, entre vários amigos, José Vitorino de Pina Martins e Dalila Pereira da Costa, porque ambos já partiram para a outra margem.
Cooperei com dois textos, um em meu nome, outro com o nome Manuel Lencastre, que volta e meia utilizei, nomeadamente como editor.
Porque são sempre textos perenes, eis a digitalização deles.










quarta-feira, 1 de julho de 2015

As Livrarias que morrem (ou se subtilizam...), embora os muito jovens as frequentem...

A Loja das Colecções à Rua da Misericórdia...
Jovens amantes da leitura haverá sempre...

Mas a concorrência da informática...
A bela e enérgica Rita, olhos algo trocados na imagem, a zelar pela loja...

Isabel, alma de eleição, tomou o legado do seu pai enquanto os fados o permitiram
Seres de luz, e mais um espaço do culto dos livros que se desvanece na impermanência social