domingo, 21 de setembro de 2014

Manifestação pelo Clima da Terra, ou Mobilização contra as alterações climáticas. Lisboa, 20-9-2014

 

Também em Lisboa houve gente mais desperta pela questão climatérica e que se ergueu das suas casas e foi até à manifestação pelo fim da destruição climatérica que está a ser provocada pelas companhias petrolíferas, as guerras, a rejeição norte-americana do protocolo de Kyoto, pouco desenvolvimento da reciclagem, e demasiada emissão de Co2....


 The People's Climate March went on many countries and in Lisbon we could see some more conscious people arising their souls for the cause of Mankind's future...

 


 Por favor, volte amanhã ou depois que já terá mais legendas....
 
 
 
 
As nuvens neste dia, as melhores mensageiras do clima e dos espíritos da natureza, estiveram muito activas neste dia, presenteando-nos de manhã com uma magnífica trovoada mesmo em cima de Lisboa...
 

"Como sobe para cima assim desce para baixo" é um principio hermético que eu adaptei da Tabua Esmeraldina, em função desta bela fonte, ainda que com o cloro desregrado da EPAL, sob o cortejo ou procissão de nuvens esperançosas

A afluência bem podia ser maior, mas não houve uma liderança organizativa alargada e eficaz, além de que os jornais ou televisões pouco ou nada anunciam. Preferem falar da bola, e comentar a bola e fazer prognósticos da bola... Talvez por isso lá estivesse a bola da terra, confundida por alguns transeuntes..

A nossa casa, a terra e a espiral no centro. O que deve ser o centro dela? Os interesses do petrodollar, os norte-americanos, ou os da Humanidade?

Membros da Quercus tendo o seu president feito um bom discurso, incisive, pondo em causa a nossa inoperânca em controlar o lobbie das grandes  petrolíferas que estão a destruir o planeta

Paulo Borges, fundador do PAN, mas agora mesmo saido do ditto cujo, e o Álvaro, da Democracia Participativa em animado diálogo, talvez a pensarem quando é que surgirá a alternativa ou solução ao Centralão pesadão....

Parece que as mulheres e a juventude têm a solução...

A tribuna esteve aberta e foram passando vozes mais ou menos convincentes ou impulsionantes...

Sem dúvida, é o sistema capitalista desregrado mundial, os neocons e os warmongers da nova ordem Mundial que estão a destruir o Clima seja com guerras, seja com a exploração dos recursos, seja com a opressão da soluções menos poluitivas e mais amigáveis para o Ambiente... 

Outro momento de dialogo valioso, sobre os animais e as touradas, entre dois activistas, o prof. de Artes Visuais José Curado Gaspara Matias e o cineasta Nuno Costa





A Filomena, responsável da livraria e actividades da Espiral, e o Nuno Costa, a prepararem actividades próximas para o dito restaurant e eentro alternativo

O Cavaquinho invertido a lembrar como estamos desgovernados ( e roubados (BPN...) presidencial e governamentalmente, e que só as bandeiras do PAN é que estiveram presents....

A fotografia da família...





A Clara Ribeiro, um medico seu amigo e a filha que, mesmo numa cadeira de rodas, esteve presente, manifestou a sua alma, ao contrário de muita gente que, com todas as facilidades, aburguesadamente se deixou ficar por casa ou pelas bolas e outras alienações correntes...

Desligar a televisão, é sem dúvida uma solução... Mas claro, a luz de casa, as falsas luzes, etc, etc...

Todos os cartazes vão dar à defesa do Ambiente e da Humanidade





Ana Cristina Figueiredo, uma grande alma activista dos Direitos Humanos e da Quercus...







Uma fotógrafa activista posa o cartaz e também partilha o seu vulto luminoso e esperançoso....


A Filomena Santos e uma amiga dialogando com a Ana Cristina sobre as possibilidades da Quercus fazer alguns colóquios na Espiral

José Curado Matias revelou que além de um corajoso e lúcido pensador é também um bom orador e que para o ano terá certamente uma intervenção mais ouvida e registada...






Malta nova e entusiasta da produção de agricultura biológica local esteve presente e deu voz a um das grandes forças de transformação na saúde, na economia e na mente...



Foram ainda bastantes os ciclistas  que vieram das suas casaa até ao Marquês de Pombal, e depois, escoltados pela Polícia, até ao Rossio e que testemunharam como as pernas podem pensar melhor que muitas cabeças ditas pensantes, realçando-se que nem um politico esteve presente, à excepção do Paulo Borges, ex-president do Pan

Crianças alegram sempre...



A juventude mais descontraida, nada apanhada pelas modas caras



Perfis determinados, conscientes, preocupados e activos no palco subtil do teatro D. Maria, neste dia bem expandido e certamente com muitos dos seus grandes actores e dramaturgos já partidos a quererem manifestar-se, para despertar os portugueses da sua sonolência e impotência...





Outro fantasma, não saído do palco do D. Maria mas das escadinhas do Duque e com o bordão de peregrino, qual Frei Luís de Sousa...

Um grupo de amigos.algusn conhecendo-se pela 1ª vez, avançando para o final da amnifestação no Terreiro do Paço.

A Susana Noronha, notável arquitecta paisagista da exemplar Câmara do Seixal, acompanha-nos em animado diálogo esperançoso...

Os candeeiros de luzes suaves e antigas, dizem que é possível pôr limites ao consumismo e despesismo exagerados e que as nuvens e anjos lá no alto agradecem-nos



Um grupo de admiradoras do grande tribuno da cosnciência ecológica e social, o prof. José Curado Matias...

A formação do símbolo da paz, com flores nas mãos irradiará certamente boas energias para Lisboa e o mundo




Um grupo nipónico juntou-se entusiasmado e ciciou animicamente o Sugoi, maravilhoso...

As nuvens levaram as emanações luminosas das pessoas pelo mundo  a fora ( e a dentro), para despertarem mais consciências e fazerem sair dos governos os incompetentes, corruptos e violentos que têm estado a arrasar o futuro da Humanidade



O Álvaro, um activista muito lúcido e perseverante, sorri para o nosso encontro apenas no fim...

Bençãos dos céus e dos anjos e dos manes da Pátria e da Humanidade



Fim da Mobilização contra as alterações climáticas, 20/9, já no fim doTerreiro do Paço,junto ao cais das Colunas, o céu em fogo, a criança a correr...
"The sky is burning , West in not the Best, Stop the Climacteric Alterations, please", says the children and the future...



Symbols and children, raised to the golden sky, speak to us on God's Love on Earth and the hard work for that..

Sem comentários: